Carl Seelig


Carl Seelig (1894 – 1962), filho de uma família abastada, foi um editor e escritor suíço, amigo, guardião e executor literário de Robert Walser. Durante a sua vida auxiliou inúmeros escritores e foi ainda o primeiro biógrafo de Albert Einstein. Foi um prolífico jornalista, editor e autor.

A sua produção é vasta e multifacetada. Conta com mais de uma centena de obras publicadas e na história da literatura sobressai a sua correspondência com grandes escritores do seu tempo como Max Brod ou Joseph Roth.

O seu incansável trabalho como patrono literário começou no início da década de 1920. Enquanto colaborador da editora vienense Tal-Verlag, Seelig editou textos de Stefan Zweig, Romain Holland, Henry Barbusse e organizou novas edições de autores como Georg Büchner, Henri Hein, Georg Heym entre outros.

Entre 1933 e 1945 a sua ajuda incidiu nos escritores exilados na Suíça. A generosidade de Seelig para com artistas e escritores pode ser comprovado pelas nove mil cartas que contém o seu acervo trocadas com quase todos os autores publicados na Suíça de 1920 a 1960. O seu espólio é hoje fundamental para a investigação dos denominados “Exile Studies”.

Em Caminhadas com Robert Walser, originalmente publicado em 1957, é-nos dado a entender o que W.G. Sebald evidencia quando diz que Walser não desvaneceu no esquecimento, porque Seelig guardou, tratou e divulgou a sua obra. 






Publicações 

Auschwitz e Depois, Charlotte Delbo, trad. Joana Morais Varela, Novembro 2018
Caminhadas com Robert Walser, Carl Seelig, trad. Bernardo Ferro, Abril 2019 Crónica dos Sentimentos, Alexander Kluge, trad. Bruno C. Duarte, Julho 2019

Brevemente 

Les Unités Perdues, Henri Lefebvre, trad. Ricardo Nicolau

Autores


Alexander Kluge
Charlotte Delbo

Carl Seelig


Info

BCF EDITORES Rua de São Bento, n.º 644, 2.º esq. 1250-223 Lisboa // bcfeditores@gmail.com
Mark