Auschwitz e Depois

Charlotte Delbo
Tradução Joana Morais Varela

2018
472 páginas
ISBN 978-989-54243-0-6

18,00

Além de Guernica e do filme Nuit et Brouillard, não conheço obra comparável a esta de Charlotte Delbo: o mesmo pudor, a mesma ruptura, a mesma pavorosa ternura.
François Bott, L’Express

Charlotte Delbo nasceu em 1913, em França, filha de pais italianos. Presa pela polícia francesa e entregue à Gestapo, foi deportada para Auschwitz-Birkenau em Janeiro de 1943. Das 229 mulheres que consigo partiram, apenas 49 sobreviveram aos campos. Meses depois do regresso, na Suíça, onde se instalou, escreveu na capa de um caderno a frase «nenhum de nós há-de voltar», o que seria anos mais tarde título do primeiro livro da trilogia Auschwitz e Depois. Trabalhou para as Nações Unidas até 1960, ano em que voltaria a Paris para ser assistente do filósofo Henri Lefebvre. Morreu em 1985.

Obra traduzida com o apoio do Centre National du Livre – Ministério da Cultura de França